PUBLICAÇÃO MERIDIANUM – “Porque jamais existiu uma Idade Média e temas afins”

30/09/2016 17:30

 

Capa-livro

As Edições do Bosque, do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH/UFSC), acaba de publicar o livro “Porque jamais existiu uma Idade Média e temas afins. Um livro para quem gosta de Filosofia”, organizado por Mariana Paolozzi Sérvulo da Cunha e Neusa Monteiro.

Sobre a obra

Todos os temas do livro relacionam-se aos questionamentos sobre a “não existência” da Idade Média. A partir da discussão sobre a necessidade de uma nova cronologia para nossa história, e de reflexões sobre os períodos patrístico (notadamente Agostinho) e escolástico, foram apresentados assuntos que têm algo a ver com esses períodos. A estereotipia Idade Média igual a “astenia cultural”, “domínio irrestrito da Igreja”, ou “fanatismo religioso” vem retrocedendo. A Idade Média concebida como Idade das Trevas — um desses desvios históricos cuja anomalia o distanciamento torna cada vez mais patente – lentamente perde força. À lenda negra dos renascentistas e iluministas contrapõe-se a lenda rosa dos românticos: a Idade Média representaria não a derrocada (barbárie), mas o auge da civilização ocidental, em que se teriam realçados os valores espirituais. Não se trata apenas de uma questão terminológica (a expressão “Idade Média” já seria em si mesma preconceituosa e arbitrária) e, portanto, de criticar uma cronologia hoje obsoleta, que divide a História Ocidental, a partir de uma visão eurocêntrica, em três períodos presos a uma camisa de força conceitual.

O livro tem acesso livre pelo link.

Comments